sexta-feira, 10 de junho de 2011

EDUARDO E MÔNICA: Plágio? Confira os videos e críticas.

Share on Tumblr


Filme? Propaganda? Plágio?

Antes de entrarmos aqui nesta questão, temos que falar o que não disseram ainda por aí: Que não há na mídia quem seja capaz de compor canções neste nível hoje em dia; que isso sim é escrever bem sobre amor e romantismo; que é assim que um artista se expressa de forma inteligente e alheia aos padrões comerciais; que com tantos ídolos e estrelas do axé, do sertanejo universitário e das bandas coloridas, foi preciso pegar uma música de 25 anos atrás para fazer esta homenagem ao dia dos namorados. Por isso, apesar de ser uma propaganda, é uma propaganda que resgata um clássico do ROCK NACIONAL e, assim, chama atenção para a obra de Renato Russo e da Legião Urbana e desperta curiosidade para outros artistas de mesma qualidade.

Especulado como filme, o video (logo abaixo) que já está fazendo sucesso na internet, é uma propaganda de uma companhia telefônica. Nós também caímos nessa, como as fontes das quais obtivemos informações caíram. Chegamos a noticiar aqui como filme, mas na verdade era só uma estratégia de marketing, daí não poderia ser outra coisas a não ser propaganda. 

A princípio gostei da idéia e a achei muito criativa. Mas depois, pesquisando um pouco, descobri que não era tão original assim, pois em 2001 uma companhia de telefonia também usou a música em um comercial. Em se tratando de campanha publicitária provavelmente isso caracterizaria plágio. Agora, quanto ao roteiro, as imagens seguem a sequência lógica do enredo da música. Disso não tem como fugir.

A propaganda de 2011, embora a idéia tenha sido copiada, havia de ser superior mesmo. Primeiro porque os recursos e técnicas tecnológicos e de produção, hoje são superiores. Depois porque já havia um parâmetro para se poder superar, corrigindo falhas e trabalhando melhor nas idéias. Compare os dois videos você mesmo logo mais abaixo.



O video de 2011 foi muito criativo considerando cenas como a troca de aparelhos celulares, a natação e a fotografia integrada numa cena de mergulho que já se transforma na cena da viagem quando o casal volta à superfície da água, por exemplo. Mas também teve gafes como a peruca mal feita do eduardo quando deixou o cabelo crescer e o ambiente em que ele foi trabalhar que era uma sapataria, quando devia ser algo do tipo loja de Cds ou instrumentos musicais, onde estaria mais de acordo com a idade do eduardo e os motivos que levariam um rapaz da idade a deixar os cabelos crescerem. (Sem mais, pois este não é um blog sobre cinema e nem sobre propaganda)

No mais, deixo que os expectadores legionários façam outros julgamentos porque agradar a um ou outro fã, com certeza o filme agradou, mas agradar a uma legião de fãs é outro assunto.


Clique e Vote pelo Rock Nacional!
É muito fácil: Clique e vote com seu e-mail ou twitter.

  

Ajude a divulgar! Compartilhe!
Mais do que nunca o Rock Nacional precisa da sua força! Vote!



<---conteúdo da sua postagem--->



Um comentário:

  1. Adorei o post. Eu já havia visto esse vídeo antes, achei muito legal.
    AMEI o blog também, tenho 13 anos e só ouço músicas antigas, poucas novas. AMO LEGIÃO URBANA, não tenho palavras para explicar o quanto eu amo essa banda...
    (Sigo)

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar! Sua participação é muito importante!

É de fãs que participam de que o Rock Nacional Precisa!

Só não serão tolerados preconceitos e ofensas a quem quer que seja, pelo bem do Rock Nacional.

Linkwithin













#CAMPANHA @SigaRockBrasil

Desafiamos a todos o fãs de Rock Nacional a se unirem neste espaço democrático e provarem que independente do que a mídia tenta impor, nada substitui o bom e velho Rock Nacional. Siga o blog, divulgue, comente... É muito fácil, até crianças de 12 anos se únem por suas bandas favoritas e dominam a mídia! É, temos que conviver com o fato de que se trancar no quarto e ouvir seus hits não faz o Rock Nacional ganhar mais fãs e, em vez de promovê-lo, ajuda a acabar de matá-lo! Junte-se a nós.