sexta-feira, 1 de julho de 2011

INTERPRETANDO A LETRA: 1° de Julho, de Renato Russo/Legião Urbana

Share on Tumblr


A música "1° de Julho" foi composta em 1994 por Renato para Cássia Eller. Depois que a cantora gravou a canção, a Legião a também a lançou no disco "A Tempestade", com a voz de renato Russo. 

Você já parou pra pensar no significado da letra? A maioria das pessoas acha que fala de amor. E de fato fala de amor, mas não exatamente do amor romântico de uma pessoa por outra; esta música fala do amor maternal, ou seja, de mãe para filho. Esta música trata do mesmo tema de "Pais e Filhos", mas com um enfoque diferente; a vida, em vez de a morte.

Acompanhe a  letra e as observações entre parênteses:



1° de Julho
Legião Urbana Composição: Renato Russo





Eu vejo que aprendi
O quanto te ensinei
(Quando se é mãe, ou pai, aprende-se sendo. É um aprendizado mútuo com o filho. Aprende-se ensinando)

E é nos teus braços que ele vai saber
(No teu colo seu filho vai saber)

Não há por que voltar
Não penso em te seguir
Não quero mais a tua insensatez

(Depois que você sai de casa não há por que voltar, e seus pais não te seguirão e nem pensam nisso, e é comum que pais e filhos considerem-se mutuamente insensatos)

O que fazes sem pensar aprendeste do olhar
E das palavras que guardei pra ti

(Aqui fala do que um filho aprende com seus pais; a educação o modo de ser, as coisas de família, com palavras e até mesmo com um simples olhar)

Não penso em me vingar
Não sou assim
A tua insegurança era por mim
Não basta o compromisso,
Vale mais o coração
Já que não me entendes, não me julgues
Não me tentes
O que sabes fazer agora
Veio tudo de nossas horas
Eu não minto, eu não sou assim
(Essa parte é um tanto quanto subjetiva relacionada a algum fato específico, exceto as partes "não basta o compromisso, vale mais o coração" que significa que os sentimentos valem mais do que a relação estabelecida, ou seja, ainda que pais sejam divorciados, o elo com os filhos não se altera, e, "o que sabes fazer agora veio tudo de nossas horas" retoma a ideia das coisas que um filho aprende com os pais )

Ninguém sabia e ninguém viu
Que eu estava a teu lado então
Sou fera, sou bicho, sou anjo e sou mulher
Minha mãe e minha filha,
Minha irmã, minha menina
Mas sou minha, só minha e não de quem quiser

Sou Deus, tua Deusa, meu amor
(No refrão é onde fica evidente a conotação feminina e as facetas que uma mulher assume na vida em ser mãe, ser filha, ter que ser amável ou ser forte, dependendo do que a ocasião exigir, e, por fim põe a mulher não só como deusa no sentido de ter poder, mas como "Deus" por ter o poder de dar a vida)

Alguma coisa aconteceu
Do ventre nasce um novo coração
(Fala da gestação muito claramente)

Baby, baby, baby, baby.Yeah!
(Olha aí quantas dicas o autor dá e ainda diz "yeah".)

O que fazes por sonhar

É o mundo que virá, pra ti.. para mim...
(Aqui diz que o sonho dos filhos mudam a vida também dos pais, afetando os dois.)

Vamos descobrir o mundo juntos, baby
(Aqui volta a idéia inicial do aprendizado, da descoberta juntos, pais e filhos. o uso de "baby" tantas vezes não é por acaso)

Quero aprender com o teu pequeno grande coração
(Aprender com o coração de uma criança que apesar de ainda nada saber, está ali puro e aberto para tudo o que vier)

Meu amor, meu amor...
Ah, Baby...
(Meu amor, meu bebê)

 Tai para quem achava que não tinha nada a ver Cássia Eller ter cantado "meu amor, meu Chicão" (filho dela). Agora faz sentido?




13 comentários:

  1. Muito legal a analise, no livro da biografia de Cássia, a autora também fala desta música, porque quando Cássia engravidou , o pai da criança queria que ela tirasse o filho , mas ela não queria, daí o sentido : já que não me entendes, não me julgues, não me tentes.
    muito legal o blog
    :*

    ResponderExcluir
  2. gostei muito do blog, porem a quitarrinha ao invés de seta fica cansativo a rolagem nas palavras...fica melhor a seta padrão...abraço

    ResponderExcluir
  3. 1 de Julho dia do nascimento do filho de Cassia Eller? sim ou claro?

    ResponderExcluir
  4. E eu achando que era uma homenagem a minha pessoa nascida em 1 de julho rsrsrsrs sempre quis saber a historia por trás da letra. ótimo!

    ResponderExcluir
  5. PENSO DIFERENTE: ESTA MÚSICA FALA SIM DO AMOR ENTRE DUAS PESSOAS E DO AMOR ENTRE MÃE E FILHO. PARA MIM RENATO . RUSSO ERA APAIXONADO POR CASSIA ELLER, COMO SABER AGORA? QUERIA MUITO SABER O QUE NANDO REIS PENSA OU SABE SOBRE ESTA MÚSICA. VOU ESPERAR SENTADO...EDISON ANTONIO DA MOTTA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Renato Russo era Homossexual!!!

      Excluir
    2. Renato Russo fez essa música sobre o relacionamento rápido, um caso entre Cássia Eller e Tavinho Fialho (baixista de Cássia Eller) e a gravidez que isso ocasionou (alguma coisa aconteceu, do ventre nasce um novo coração) a preocupação com a criança, a falta de compromisso entre eles, pois era só um caso em turnê de shows. Aos nove meses de gravidez, Tavinho morre e uma semana depois, no dia 1º de Julho, nasce Chicão.

      Excluir
  6. Renato Russo fez essa música especialmente sobre o caso de Cássia Eller com Tavinho Fialho (baixista da banda dela) e a gravidez que aconteceu disso, os problemas entre os dois que não tinham um compromisso, um namoro. Quando Cássia estava com quase nove meses, Tavinho faleceu e uma semana depois nasceu Chicão, em 1º de Julho.

    ResponderExcluir
  7. Eu sempre pensei que o Renato Russo tinha feito para o proprio filho, não para a Cassia Eller especialmente! Adorei saber.

    ResponderExcluir
  8. O Tavinho Fialho já era casado e com filhos, quando teve esse, nem digo caso, ela disse que foi apenas um momento e no dia do aniversário dela em 10-12-92. Chicão não nasceu em 1º de julho, mas se não me engano em 28-08-93. Ela teve muitas desavenças com ele durante a gravidez até ele morrer repentinamente uma semana antes do Chicão nascer.

    ResponderExcluir
  9. O Tavinho Fialho morreu em 22 de agosto de 93 e Chicão nasceu uma semana depois em 28 de agosto. Mas o porque da música se chamar Primeiro de Julho eu tbm não sei. Deve ser alguma data especial pra Cássia...

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar! Sua participação é muito importante!

É de fãs que participam de que o Rock Nacional Precisa!

Só não serão tolerados preconceitos e ofensas a quem quer que seja, pelo bem do Rock Nacional.

Linkwithin













#CAMPANHA @SigaRockBrasil

Desafiamos a todos o fãs de Rock Nacional a se unirem neste espaço democrático e provarem que independente do que a mídia tenta impor, nada substitui o bom e velho Rock Nacional. Siga o blog, divulgue, comente... É muito fácil, até crianças de 12 anos se únem por suas bandas favoritas e dominam a mídia! É, temos que conviver com o fato de que se trancar no quarto e ouvir seus hits não faz o Rock Nacional ganhar mais fãs e, em vez de promovê-lo, ajuda a acabar de matá-lo! Junte-se a nós.